Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Felicidade vem da Monotonia

por Rui Pedro Pinto, em 01.05.20

Em sua essência a vida é monótona. A felicidade consiste pois numa adaptação razoavelmente exacta à monotonia da vida. Tornarmo-nos monótonos é tornarmo-nos iguais à vida; é, em suma, viver plenamente. E viver plenamente é ser feliz.
Os ilógicos doentes riem - de mau grado, no fundo - da felicidade burguesa, da monotonia da vida do burguês que vive em regularidade quotidiana e, da mulher dele que se entretém no arranjo da casa e se distrai nas minúcias de cuidar dos filhos e fala dos vizinhos e dos conhecidos. Isto, porém, é que é a felicidade.
Parece, a princípio, que as cousas novas é que devem dar prazer ao espírito; mas as cousas novas são poucas e cada uma delas é nova só uma vez. Depois, a sensibilidade é limitada, e não vibra indefinidamente. Um excesso de cousas novas acabará por cansar, porque não há sensibilidade para acompanhar os estímulos dela.
Conformar-se com a monotonia é achar tudo novo sempre. A visão burguesa da vida é a visão científica; porque, com efeito, tudo é sempre novo, e antes de este hoje nunca houve este hoje.
É claro que ele não diria nada disto. Às minhas observações, limita-se a sorrir; e é o seu sorriso que me traz, pormenorizadas, as considerações que deixo escritas, por meditação dos pósteros.

Fernando Pessoa, in 'Reflexões Pessoais'

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

...

por Rui Pedro Pinto, em 06.12.17

Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame (Coco Chanel)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Descongelamento nas carreiras da Função Pública

por Rui Pedro Pinto, em 21.11.17

A 6 de abril de 2011 foi o dia que marcou a decisão de Portugal de pedir ajuda externa ao FMI, Comissão Europeia e BCE, 17 de maio de 2014 marcou o fim da intervenção de assistência financeira a Portugal.

Foram 3 anos de troika em Portugal.

Durante estes 3 anos, o povo português foi sujeito a enormes sacrificíos, repito, todo o povo português, funcionários públicos e funcionários do setor privado.

Neste momento, a discussão do Orçamento de Estado, centra-se se há dinheiro ou não há dinheiro para o descongelamento da progressão das carreiras dos funcionários públicos. Ao que parece, o Governo já veio afirmar que a reposição das carreiras vai ser feita de forma gradual ao longo dos anos.

Pergunto eu, então e os funcionários do setor privado que participaram também, nos sacrificios impostos pelo governo de então de Passos Coelho, ficam de fora deste ajuste salarial nas carreiras profissionais?

Exite no setor privado, também, uma progressão nas carreiras profissionais, de uma forma diferente, sim, mas existe.

Com isto não quero dizer, que esteja contra esta regularização de carreiras na função pública, ela deve ser reposta, mas se é para uns, também deve ser para todos.

Igualdade para todos!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06

Cacela Velha, Algarve

por Rui Pedro Pinto, em 15.01.16

IMG_0136.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Um país de "Xicos-Espertos" (Portugal)

por Rui Pedro Pinto, em 25.02.15

n126803890668593_1639.jpg

Por definição, um "Xico-Esperto" é aquele que contorna constamente um sistema: pode ser o sistema social; o judicial; o cultural, o económico; etc.. Mas é também aquele que se agiganta nos vários tipos de interações, tirando habitualmente proveito de um capital que permite a inversão da ordem social a seu favor, em prejuízo de outros (pessoas sérias, honradas e trabalhadoras).

 

Nota: Não faço referência à classe política unicamente, mas sim, a toda sociedade portuguesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:50

...

por Rui Pedro Pinto, em 22.01.15

Amor, acaba...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:21

I Need My Girl

por Rui Pedro Pinto, em 29.12.14

https://www.youtube.com/watch?v=A-Tod1_tZdU

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Natal

por Rui Pedro Pinto, em 20.12.14

O que é o NATAL?

Alguns me responderiam que é uma festa de final de ano, outros diriam até que é uma comemoração do nascimento de CRISTO!

A maioria de nós, desfruta de uma 'CEIA' de Natal, somos aconchegados e acalorados pelo Espírito 'FESTIVO' do Natal!

Mas será que nós realmente pensamos em nossos semelhantes como imaginamos?

Será que a imagem que transmitimos à sociedade reflete aquilo que realmente somos?

Muitos passam FOME no Natal, e enquanto estamos cheios de 'ESPÍRITO', esses passam FRIO também!

Quantos de nós, no Natal, lembramos desses ainda que numa simples e humilde prece?

É isso mesmo meus amigos, Natal não só para festejar, Natal para refletir...

Que este ano, o 'ESPÍRITO DE NATAL' não se perca apenas em vaidades, pedidos e comemorações, mas que ele possa ser elevado ao verdadeiro propósito do Natal.

Um Feliz Natal, um Próspero ANO NOVO e uma IMENSA vontade de mudar... para os meus familiares e amigos.


images.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D



Favoritos